Se a sua pele não amar, devolva em até 30 dias.

Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

Image caption appears here

Atualmente, esta seção não inclui nenhum conteúdo. Adicione conteúdo nesta seção usando a barra lateral.

Image caption appears here

A hidratação na pele negra

  • 3 min ler

Entender a pele é o primeiro passo pra uma rotina de skin care eficiente, certo? Então, vem saber mais sobre a pele negra e como hidratá-la!

Por Riô Biocosméticos


A pele do rosto

No rosto, a pele negra costuma ser de mista a oleosa. As glândulas sebáceas são maiores e a produção de gordura também. Consequentemente, é uma pele que apresenta poros mais dilatados, com tendência a cravos e espinhas.

As glândulas sudoríparas também são maiores, então, além de produzir mais gordura, ela também produz mais água.

Tudo isso é resultado de mecanismos desenvolvidos pela própria pele que, por milhares e milhares de anos, viveu em regiões com alta incidência de radiação solar. Inteligente e reativa, a pele se ferramentalizou para proteger o corpo, criando essa emulsão de gordura e água que abriga uma série de substâncias essenciais. Uma delas é o ácido urocânico, um fator importante para a proteção natural da pele contra a radiação solar.

Assim como acontece com a melanina, na pele negra a produção de ácido urocânico é maior. Isso a habilita a se defender melhor dos raios UV, fazendo com que a incidência de câncer de pele seja consideravelmente menor – o que não significa que a pele negra possa ficar desprotegida ao se expor à radiação solar.

Outra particularidade da pele negra é que os fibroblastos são maiores e produzem mais colágeno e elastina, proteínas que dão sustentação ao tecido cutâneo. Este é um dos fatores que faz o envelhecimento ser mais tardio. A pele demora mais pra perder a elasticidade, apresentar flacidez, linhas e rugas de expressão.

Pra manter a hidratação do rosto:

A limpeza deve ser feita com sabonete de pH fisiológico, que respeita a acidez da barreira cutânea.
O hidratante deve ser específico para o tipo de pele – mista ou oleosa. Os séruns são superindicados, em especial os que possuem ingredientes que inibem a proliferação da bactéria que causa a acne (em breve, a Riô vai ter um produto perfeito pra isso!).
A esfoliação pode ser feita até duas vezes por semana, dependendo da condição da pele.

A pele do corpo

Aqui o cenário muda totalmente porque a perda transepidérmica de água é muito maior do que no rosto.

Por isso, além de seca, a pele do corpo tem forte tendência a ficar desidratada – principalmente nas pernas, nos joelhos, antebraços, cotovelos e pés. Isso aumenta as chances de a pele ficar mais áspera, descamativa e acinzentada.

Mas uma coisa ela tem comum com a pele do rosto: ela também demora mais pra apresentar flacidez, mantendo-se firme e elástica por muito mais tempo.

Pra manter a hidratação do corpo:

A limpeza deve ser feita com sabonete de pH fisiológico, com tensoativos (agentes de limpeza) suaves que não agridem a camada de proteção natural da pele.
Fórmulas ricas em pró-vitamina B5, derivados de ácidos graxos do arroz e do amido são excelentes escolhas, pois atuam em diversas frentes que a pele negra precisa: estimulam a produção de água; criam um biofilme que impede sua evaporação e ainda atraem umidade para a superfície da pele. O Gel de Limpeza Corpo e Mãos da Riô tem todos esses ingredientes.

O hidratante deve ser mais poderoso, com ingredientes que estimulam a hidratação natural da pele, como o trio que une óleo de café verde; vitamina E e pró-vitamina B5. Todos eles estão na Loção Hidratante Corpo e Mãos da Riô,que também possui Manteiga de Karité – além de hidratar instantaneamente, ela reduz sinais de pele seca, como a descamação que deixa aquele aspecto acinzentado.
Você sabe como o nosso organismo atrai, absorve e retém água? A explicação está no FHN (Fatores de Hidratação Natural). Não sabe do que se trata? Toque aqui e descubra!  

______________

Vale lembrar que as informações deste texto não representam nenhum tipo de recomendação médica, nem substituem a importância de você consultar um dermatologista.

Busca