Esfoliação do rosto: como fazer da maneira certa

Se for muito, agride. Se for pouco, a pele fica sem viço. Entenda os princípios básicos pra fazer a esfoliação da pele do rosto na medida certa 

 

Esfoliar ou não esfoliar a peleE com que frequência? Você já deve ter se perguntado isso você não está sozinha! Essas são algumas das dúvidas que muita gente tem quando o assunto é esfoliação do rosto 

 

Pra começar, vamos relembrar que a pele é viva e se renova a cada 28 dias. Nesse processo, as células novas nascem na camada basal (a camada mais profunda da epiderme) e se deslocam até a camada córnea (a mais superficial). Mas quando chegam à superfície da pele, as células já estão mortas e ficam lá até serem descartadas pela descamação. 

 

E o que a renovação celular tem a ver com esfoliação? 

 

A esfoliação promove  por meio de atrito ou de ação química – a retirada das células mortas. Com isso, ela estimula o processo de renovação. Isso porque organismo entende que precisa fabricar mais células novas pra suprir a camada superficial da pele. 

 

Benefícios da esfoliação para a pele 

 

O acúmulo de células mortas deixa a pele com aspecto opacosem vitalidade. Além disso, elas servem de alimento para micro-organismos nocivos e podem obstruir poros ao se juntarem com o excesso de gordura produzido pelas glândulas sebáceas. 

  

 

Então, esfoliar não só dá mais viço e brilho à pele, como também ajuda a inibir o surgimento da acne. 

 

Outro benefício da esfoliação é deixar a pele mais propensa a absorver os produtos, já que estará livre da camada espessa formada pelas células mortas. 

 

Com que frequência fazer esfoliação? 

 

A frequência da esfoliação sempre vai depender do tipo e da condição da pele. 

 

Em peles mistas, oleosas ou acneicas, a esfoliação pode ser feita duas vezes por semana. Já em peles normais ou secas, ela deve ser feita uma vez por semana ou a cada 15 dias. 

 

O importante é sempre prestar atenção nas necessidades da sua pele e nunca exagerar, já que o excesso de esfoliação pode danificar a barreira protetora e deixar portas abertas para micro-organismos patogênicos 

 

Como saber se você exagerou na esfoliação 

 

Pra saber se você exagerou na esfoliação, basta reparar: se a pele pinicar ou arder quando você lavar ou aplicar produtos. Outros sinais são vermelhidão, coceira, secura, irritação.  

 

Nesses casos, dê um descanso para a pele e diminua a frequênciaSe o quadro não melhorar, procure um dermatologista. 

 

 

Cuidados antes, durante e depois da esfoliação 

 

Apesar de não ser absolutamente essencial na rotina de skin care, a esfoliação é superbenéficaPorém, requer alguns cuidados especiais: 

 

  1. Massageie o produto de forma suave pra não agredir a pele e deixá-la sensibilizada. 

 

  1. Pra enxaguar o produto, use água em temperatura amena – nunca quente. 

 

  1. Hidrate a pele logo depois, mesmo que a sua pele seja oleosa ou acneica. 

 

 

 

 ______________ 

 

Riô  Indica  

  

 

rum Facial Matificante 

 

Depois de esfoliar o rosto, é preciso hidratá-lo. Nosso Sérum Facial Matificante entra aí, pois além de hidratar, ele controla a oleosidade e tem ação antiacne. É o melhor amigo das peles mistas, oleosas ou acneicas: reduz a produção de gordura sem ressecar a pele, diminui poros dilatados e reequilibra o microbioma cutâneo. 

  

 
 
Vale lembrar que as informações deste texto não representam nenhum tipo de recomendação médica, nem substituem a importância de você consultar um dermatologista.  

Busca