É alergia ou irritação?

  • 3 min ler

Coceira, ardência, vermelhidão, inchaço. Saiba identificar quando essas manifestações são sinal de alergia ou apenas uma irritação na pele 

 
 
 
Todo mundo já sentiu na pele  sintomas como coceira, ardência, vermelhidão e até mesmo inchaço. Mas como saber se essas manifestações são sinal de alergia ou apenas uma irritação? E por que isso acontece?  
 
 
Alergia X Irritação 

Alergia e irritação são coisas diferentes. Mas são facilmente confundidas porque possuem muitas similaridades: 
 
• Os sintomas podem ser parecidos – geralmente, eles deixam a pele vermelha, coçando e ardendo. 


• Ambas são formas de dermatite de contato - termo médico dado à irritação ou a alergia da pele.  


• E ambas sinalizam que o nosso corpo está rejeitando alguma substância que deveria ser inofensiva, mas que o organismo "estranhou" e não quer contato com ela.  


 
O que é reação alérgica 
 
A alergia é uma reação da pele causada quando o corpo é exposto a algum agente alérgeno – aqueles que são conhecidos por poderem causar reações desse tipo. 
 
Atualmente, existem cerca de 3.700 ingredientes já identificados como potencialmente alergênicos. A grande maioria é encontrada em nosso dia a dia e está presentes em plantas, perfumes, esmaltes, alguns metais usados em joias (níquel, ouro, etc.), produtos químicos sintéticos e naturais (látex, óleos essenciais etc.). 
 

+ O que é hipoalergênico?

 

Quando você entra em contato com uma substância a qual você é alérgico, seu corpo aumenta a produção de uma proteína chamada Imunoglobina E (IgE). Isso aciona os anticorpos, moléculas que atuam na defesa do organismo, e eles começam a produzir histamina, uma substância inflamatória química. 
 
Essa reação pode acontecer logo no primeiro contato com a substância alergênica ou se manifestar depois de muitos contatos. Por isso é comum se surpreender com reações a produtos que você pode ter usado várias vezes sem nunca ter tido alergia a uma substância presente nele.  
 
E por que a alergia acontece? Infelizmente, as causas ainda são desconhecidas. Mas cientistas acreditam que ela possa estar relacionada a fatores hereditários.  
 
Para saber a qual substância você é alérgico, é necessário realizar testes clínicos. Mas um grande indicador de que a reação é alérgica (e não apenas uma irritação) é notar que ela acontece em diferentes partes do corpo e não só na área em que o produto foi aplicado. 
 


 
O que fazer se alguma substância causar alergia? 
 
A melhor coisa a fazer é parar de usar a substância suspeita imediatamente e procurar um dermatologista para avaliar o tratamento mais indicado.  
 

 


O que é irritação da pele  
 
A irritação, ou sensibilização da pele, também é uma resposta de defesa do organismo a alguma substância. No entanto, essa resposta não é uma reação imunológica de todo o organismo e não libera anticorpos. Por isso, a irritação é uma manifestação mais localizada e, na maioria das vezes, se limita à área na qual o produto foi aplicado.  
 
Para saber se alguma substância vai irritar a sua pele, a técnica mais rápida e fácil ainda é o teste da dobra cutânea: aplique uma pequena quantidade do produto na dobra interna do braço e mantenha-o fechado por 10 minutos. Se houver alguma reação, não o utilize. 
 
 


O que fazer se alguma substância causar irritação?  

Lave a área para tirar a substância causadora da reação e interrompa o uso do produto. É fundamental procurar um dermatologista, que irá avaliar o quadro e indicar o tratamento adequado. As reações  na pele precisam  sempre ser investigadas.   
 
 


As fórmulas da Riô  
 
Desenvolver fórmulas que reduzem ao máximo a possibilidade de reações alérgicas ou irritantes é uma condição primordial pra nós. Pra começar, não usamos nenhum tipo de corante. Também não entram em nossas fórmulas mais de 1.500 ingredientes que, apesar de muito utilizados pela indústria cosmética no Brasil, têm alto potencial alergênico ou irritativo. 
 
Nossos produtos são testados dermatologicamente e são seguros para o uso em peles saudáveis, segundo os protocolos de segurança da  ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Na verdade, vamos bem além disto e nos adequamos também às regulamentações, muito mais restritivas, dos órgãos reguladores dos principais mercados mundiais, como Europa, Coreia e Japão. Isto significa que eles estão livres dos ingredientes alergênicos ou irritativos mais conhecidos e frequentes. 
 
 
____________   
   
Vale lembrar que as informações deste texto não representam nenhum tipo de recomendação médica, nem substituem a importância de você consultar um dermatologista.    

Busca